quarta-feira, 11 de março de 2009

Um mundo de opções


Recentemente precisei ir ao wal-mart correndo para comprar lenços-humidecidos pro meu irmão. Não é uma missão muito dificil de ser feita. Tipo, só vá lá e volte com lenços-humidecidos. Mas quando cheguei lá me deparei com não menos que dezoito (eu disse DEZOITO) opções diferentes de lenços. Eu só precisava de um!
Aí você se depara com uma prateleira inteira SÓ de lenços-humidecidos! Aí parei para ler os rótulos, esperando que neles eu encontrasse a resposta para esse impasse. Fiquei ainda mais confusa.
Se nunca parou pra ler rótulos de lenços pra bundinhas de bebês não vai entender do que estou falando. Então vou tentar explicar. Dentro dessas dezoito opções a gente encontra lenços em duas cores (rosa para meninas e azul para meninos), em várias embalagens (refil, balde, uns plasticos com tampas adaptadas...), varios preços (que vão desde 2,50 até 14,20 dependendo do tamanho), infinitas marcas (não vou dizê-las, ninguém me pagou pra isso) e cheiros (aloe vera, camomila, erva-doce...). Isso me fez pensar: afinal, de quantas variedades de lenços a gente precisa pra (com perdão da palavra) limpar merda de criança?
E o pior é que a equipe de designer não ajuda muito, projetando aquelas embalagens bonitas e coloridas, e que geralmente te induzem a marca mais cara.
E não para por aí. Tente simplesmente comprar um mero chocolate. Tipo, trezentas marcas, oitocentos recheios, vinte e sete sabores...E você só queria um chocolate. Quer só um chocolate e encontra milhões e milhões de combinações diferentes de castanhas com passas acompanhados de amendoim torrado coberto com chocolate belga com fios de chocolate branco suiço.
Mas o desespero bate mesmo quando você entra na farmacia pra comprar um esmalte vermelho. Existem uns doze tipos de vermelhos (que vão ficar exatamente iguais na sua unha). Vermelho sangue, vermelho melância, vermelho cereja, vermelho paixão (oO), vermelho o raio que o parta!
E se um dia precisar de fraldas para desarranjo, fique tranquilo (agora na versão sem trema), vai encontrar pelo menos sete tipos diferentes.
Isso não te faz refletir sobre a futilidade das coisas? Quem é que precisa de dezoito lenços-humidecidos diferentes quando crianças nem tem o que comer, pra depois poder digerir e depois precisar usar esses lenços. Enquanto gente de vinte anos não sabe assinar o próprio nome você está lá escolhendo entre shampoo para cabelos secos ou para cabelos quebradiços. Não chega a ser desumano imaginar empressas globais gastando milhões com marketing na tv enquanto tem gente alí no sinal na frente da sua faculdade pedindo vinte centavos pra interar a passagem? (alguns pra outros fins, mas não é assunto pra esse post)
O fato é que infelizmente não há nada que se possa fazer. Isso é consequência do sistema que vivemos, o tal do capitalismo. Oferta e procura, você já ouviu falar.
Bom, sei que não tenho conhecimento suficiente pra começar aqui uma discução sobre esse tema, então vou me despedindo. Talvez vá até o mercado da esquina comprar um chocolate. Volto daqui a meia-hora, quando me decidir se quero castanhas torradas ou flambadas.

2 maldades alheias:

Ricardo Miranda disse...

AHAHHAHA! Oow... não fale assim da Publicidade! hahahaha. Nada a ver com o post mas ouvi na faculdade essa semana e achei legal: "Na fábrica se fazem produtos. Nas lojas, se vendem sonhos!"

=DDD

Marcelo disse...

Senti um cheiro de loucura nesse blog.

http://sejamarginalsejaheroi.blogspot.com

MHF

Postar um comentário

 
Copyright © But We Got Rain
Blogger Theme by BloggerThemes | Theme designed by Jakothan Sponsored by Internet Entrepreneur