quinta-feira, 26 de agosto de 2010

...poesia (II): Sonnenschein

Foi então que eu percebi
de um susto
que não importa o que eu escreva
Não importa as palavras que eu use
Nem a harmoniados dos versos

Não há soneto no mundo
que dê forma ao vazio
Que signifique a dor
Que expresse a perda
Pois não há mãos que possam tocá-la
Ou olhos que possam vê-la
É preciso apenas
SENTÍ-LA

6 maldades alheias:

Dayane Pereira disse...

Sei como é sentir coisas que parecem que não há como expressar, que nem todo o verso, nem toda a prosa, é capaz de traduzir.

Anônimo disse...

amor e sofrimento, são duas frases da mesma moeda.
://

Anônimo disse...

duas frases da mesma moeda
ieuheuiheuiheuihieu

ass yan

mhfrote disse...

super heideggeriana!

Lud disse...

pare de ser má, yan!

Roberson disse...

Não gostei dessa poesia. Mas concordo com o Marcelo hahahaha

Postar um comentário

 
Copyright © But We Got Rain
Blogger Theme by BloggerThemes | Theme designed by Jakothan Sponsored by Internet Entrepreneur