domingo, 28 de novembro de 2010

Submundo

Tantos eventos ocorrem de modo não-manifesto. Existe um outro mundo onde as coisas acontecem só pra uma pessoa. Porque acontecem dentro delas mesmas. Onde nada é dito, nada é demonstrado e tudo é sentido. Diálogo, só se for contigo mesmo.
É o mundo onde tudo é interpretado pela própria percepção, pelo próprio pessimismo e por todas as experiências anteriores. Nada é perguntado, portanto nada é respondido. As perguntas são feitas internamente e assim são respondidas, pela imaginação. Você imagina a resposta e age como se tivessem sido reais. E sofre porque precipitada e erroneamente achou que sabia alguma coisa da vida. Quando na verdade você não sabe nada. Acha que passou por muita coisa? Acha que tem opinião formada sobre tudo? Acha que sabe alguma coisa que mais ninguém sabe?
Deixar que as primeiras impressões definam sua forma de ver as coisas é pedir pra ver tudo errado. Porque logo de cara vai ver as coisas como queriam que elas fosse e não como realmente são. Quer ver as coisas como são? Não vai. Porque só pode ver as coisas através dos próprios olhos. Se soubesse disso não teria cometido tantos equívocos com essa mania de achar que o mundo é exatamente do jeito que você vê.
Enlouquece passar tanto tempo vivendo dentro da própria mente, lidando com as figuras inexistentes. O mundo é muito mais amplo e muito mais inesperado do que supoe a limitada existência humana.
Não responda suas próprias perguntas. Tente não fazer tantas perguntas. Não tente interpretar o outro baseado no próprio comportamento. Tente não sofrer por antecipação. Tente não sofrer. As coisas nem sempre são como parecem. As pessoas nem sempre são o que parecem. Às vezes uma existência rasa traz menos desespero do que conhecer a própria existencia profundamente. O mundo real vai sempre decepcionar você se continuar comparando com seu mundo particular. E quando os outros não agirem como você espera não vai saber o que fazer. Então não espere nada.



"Há momentos em que você sabe que está acordado mas não consegue se livrar da sensação de que deve estar sonhando, porque o mundo subitamente mostra a você alguma coisa que não faz sentido algum."

18 maldades alheias:

Blog Copeiros e Honrados disse...

Interessante o texto.

A melhor forma de não se decepcionar realmente é não depositar nenhum tipo de expectativa!

Seguindo =)

Higor disse...

Muito interessante o texto, faz refletir. Só que essa idéia de não esperar nada das pessoas, e não ter um certo interessa em se conhecer mais profundamente, não me agrada muito. Até porque acredito que quanto mais conhecemos a nós mesmos, automaticamente mais conhecemos as outras pessoas. Logo interpretar a outra com base no nosso comportamento faz todo sentido. No fundo somos todos bem parecidos.

Ah obrigado lá pelo comentário e opinião. Mas assim... concordo apenas em partes. Nada justifica o preconceito em atitudes sem uma razão ou motivo. Agora, em nossos pensamentos podemos pensar o que quiser, e se as coisas são como são, não é culpa nossa. O resto foi como eu disse o inicio do texto: não se trata apenas de cor e sim de qualquer outra forma e tipo de preconceito. Eu disse isso! Eu acredito que se de fato existe uma diferença, ela não pode ser ignorada.

Higor disse...

Ah, seguindo, curti. Vê se curtiu segue la também =)

Murillo disse...

Muito bem colocadas as palavras. "O mundo é muito mais amplo e muito mais inesperado do que supoe a limitada existência humana." E ainda tem gente que chega a imaginar que nada é maior que o próprio homem...

William disse...

Submundo...pois é, estranho pensar quantas maneiras achamos de encarar as situações que se escancaram na nossa frente.
Cada um com seus motivos e suas reflexões.
um abraço

CINTIA disse...

é, faz sentido o texto, as vezes nem eu me entendo..

'Não responda suas próprias perguntas. Tente não fazer tantas perguntas. Não tente interpretar o outro baseado no próprio comportamento.'

Por que você faz poema? disse...

O mundo realmente é muito maior,
nao cabe em mapas.

Alexandra Gurgel disse...

"Deixar que as primeiras impressões definam sua forma de ver as coisas é pedir pra ver tudo errado. Porque logo de cara vai ver as coisas como queriam que elas fosse e não como realmente são."

ADOREI!

FALOU COMIGO hahaahah.
Gostei daqui, Lud, você escreve com consistência.

Beijos

♥MáH♥ disse...

"Enlouquece passar tanto tempo vivendo dentro da própria mente, lidando com as figuras inexistentes. O mundo é muito mais amplo e muito mais inesperado do que supoe a limitada existência humana."

Palavras perfeitas. Se fechar para o que está ao lado é no mínimo idiotice. Ninguém é dono da mais absoluta verdade e a auto-suficiência me parece tenebrosa.
Excelente blog, to seguindo =)

Aprendiz disse...

Olá querida!
Ás vezes a vida nos é mesmo muito surpreendente e às vezes não faz sentido algum. Ficamos a mercê do acaso e esta sensação pode nos sufocar.

Não tenho receita para passar por isso, mas o fato de saber que estamos passando por esta fase já nos deixa mais atentas para novas possibilidades!

Beijos!!

Te sigo!

Caixa disse...

Que loucura.
Realmente muito bom seu texto.
Deixa a gente a pensar.
Abraços.

Blog da Fofa disse...

Querida Lud, que texto lindo... suas palavras se encaixam nos meus sentimentos. tenho a mania de ver o mundo pelos olhos do coração. Adorei passar aki estou te seguindo linda. Bjos

Dayane Pereira disse...

Esse texto ficou muito louco, exatamente porque ele faz todo sentido! Sempre pensei que não devo esperar nada das pessoas, porque assim nao terei motivos para me decepcionar... é meio loco, mas é uma forma prática de pensar =)

Neide Gautama disse...

Quem foi que deu liberdade pra senhora escrever sobre mim heim? hahauhauhau... perfeito, cada frase se encaixa exatamente no que eu tenho sentido e pensado...
beeeeijos :*

Manoella disse...

"Não vemos o mundo como ele é, mas sim como nós somos."
O melhor a fazer é realmente não criar muitas expectativas, entretanto não se deve deixar de viver intensamente apenas porque o mundo real vai, vez ou outra, nos decepcionar. Que tenhamos consciência de que o mundo não é exatamente como vemos e que nada sairá perfeito, mas que não deixemos o otimismo e a vontade de viver de lado.
Parabéns pelo blog!
Beijos.

silvioafonso disse...

.

Cara, adorei você!
Tenho até vergonha de dizer
que eu escrevo, alguma coisa, tal
a beleza e precisão de sua fala.
Por isso e por qualquer outra coisa
encontrada no seu blog é que eu o
sigo.
Ficaria envaidecido se você
seguisse o meu...

silvioafonso




.

Hemilly Mares disse...

Concordo totalmente com esse texto e seu ponto de vista. Esperar algo dos outros {do mundo} é sempre doloro e decepcionante.
Vim, também, agradecer suas visitas e omentários no STL. Obrigada.

Se cuida.

Hemilly Mares disse...

comentários*

Postar um comentário

 
Copyright © But We Got Rain
Blogger Theme by BloggerThemes | Theme designed by Jakothan Sponsored by Internet Entrepreneur